Nome: Rafael Fuentes Lonardoni

Nasci no dia: 05/12/2005

Horário: 17:40

Dia da Semana: segunda-feira

Parto: Cesárea

Local: Hospital e Maternidade
Santa Casa de Maringá

Peso: 4,265 kg

Altura: 53 cm



Ao nascer: 4,265 kg e 53 cm

1 mês: 5,170 kg e 58 cm

2 meses: 6,620 kg e 61,5 cm

3 meses: 7,540 kg e 65 cm

4 meses: 8,330 kg e 67 cm

5 meses: 8,800 kg e 68,5 cm



Nome: Janaina F. C. Lonardoni

Idade: 31 anos

Profissão: Auxiliar de Enfermagem
(Atualmente mãe em tempo integral)




Nome: Anderson Lonardoni

Idade: 28 anos

Profissão: Analista de Suporte





- Ver mensagens anteriores





- Adriana e Sofya
- Alessandra e Pedro Luis
- Bianca e João Gabriel
- Carol e Duda
- Catarina e Dudu
- Cristiane e Rafael
- Cris e Rafael
- Cristina e Lucas
- Fora do Aquário
- Gisele e Giulia
- Jane e Maria Júlia
- Josy e João Othávio
- Josy Xisto e Julia
- Lara e Clarinha
- Keren e Isabela
- Lívia e Miguel
- Paula e Bruno
- Solange e Gustavo



Aniversários da barriguinha!!!

1 mês :31/03/2005 - 4 semanas e 2 dias.

2 meses :01/05/2005 - 8 semanas e 4 dias.

3 meses :31/05/2005 - 13 semanas

4 meses :01/07/2005 - 17 semanas e 2 dias.

5 meses :31/07/2005 - 21 semanas e 5 dias.

6 meses :30/08/2005 - 26 semanas

7 meses :30/09/2005 - 30 semanas e 2 dias.

8 meses :30/10/2005 - 34 semanas e 5 dias.

9 meses :30/11/2005 - 39 semanas

Data Provável do Nascimento : 10/12/2005
Aos Olhos do Pai
[Crianças Diante do Trono]



“Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos”.
(Apocalipse 5:13)

"Nós O amamos porque Ele nos amou primeiro".
(I João 4:19)

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".
(João 3:16)

"...Senhor, nosso Pai celestial - Pode um dedal conter um oceano? Pode uma pessoa sem talento musical tocar Mozart? Pode um rato compreender a majestade das Montanhas Rochosas? Claro que não. E será que meras palavras seriam capazes de expressar o Seu amor? De maneira nenhuma. Mas encontramos alegria na simples tentativa de
fazê-lo".
(Max Lucado)


"Meu Deus e meu Pai, eis-me aqui. Agradeço-te pela vida, pela saúde, pela família que me deste, por tudo que tenho e sou...obrigada pois tenho muito mais a agradecer do que a Te pedir. Obrigada por tudo que já fizeste e pelo que ainda irás fazer em minha vida. Mas entre tantas bençãos, o maior presente foi Sua morte na cruz em meu lugar! Não há palavras para expressar tal amor de um Pai que, sendo Deus, aniquilou-se, tomou forma de servo e humilhou-se até a morte e morte de cruz. Obrigada Paizinho!!! Sem Ti nada sou, nada posso. As letras destas canções expressam um pouco do que meu coração quer dizer ao Teu.
Te amo, meu Senhor!".

"Oh Senhor, que abriste o mar vermelho
Transformaste água em vinho
E fechaste a boca do leão.
O Senhor é o Deus que está comigo
Mesmo no meu esconderijo
Nunca me deixaste só!
Faz de mim um vaso cheio,
Transbordante do Espírito,
Usa-me com Teu poder!
Quero ser Teu por inteiro!
Quero ter em mim Teu cheiro!
É só Teu o meu viver!"
(Vaso Cheio - Sandra Fuentes)


"Se Tu olhares, Senhor
Pra dentro de mim
Nada encontrarás de bom
Mas um desejo eu tenho
De ser transformado
Preciso tanto do teu perdão
Dá-me um novo coração
Dá-me um coração igual ao Teu
Meu Mestre
Dá-me um coração igual ao Teu
Coração disposto a obedecer
Cumprir todo o teu querer
Dá-me um coração igual ao Teu
Ensina-me a amar o meu irmão
A olhar com Teus olhos
Perdoar com Teu perdão
Enche-me com Teu Espírito
Endireita os meus caminhos
Ó Deus, dá-me um novo coração!"
(Novo Coração - Ana Paula Valadão)










Contador:


Layout by Anderson e Janaina

 



VOLTAMOS!!!

 

ANTES TARDE DO QUE MAIS TARDE AINDA...

 Finalmente um tempinho para escrever no blog!!! Gente, não sei o que acontece comigo, vivo numa correria tão grande e nos últimos dias estou sem diarista, ou melhor, eu sou a diarista, rs. Estou em falta novamente com todas vocês...(desculpem a desconfiguração do blog - o texto está descentralizado – o problema em breve será solucionado, tenham fé!)

Bem, vamos às novidades. Rafael já está com quase oito meses. Cada dia mais esperto e sorridente. Tem uma energia de dar inveja na mamãe aqui, rs. Já está com quatro dentinhos: dois em cima e dois embaixo. No dia em que completou 7 meses e 2 dias começou a engatinhar. É curioso, pois ele ainda não se firma totalmente quando senta, mas já está engatinhando. Além disso, seus bracinhos não suportam tanto tempo sustentando o corpo para que ele engatinhe e, às vezes, ele não consegue agüentar e cai de cabeça no chão .

Rafa já identifica as pessoas pelo nome, por exemplo, quando pergunto onde está o papai ele sempre olha em direção à porta de entrada do apartamento, procurando pelo paizão. Outro dia a professora da escolinha estava me contando que ele engatinha em direção aos amiguinhos e depois os puxa pela manga da camiseta. O que será que ele quer expressar com isso? Ai, ai, ai, daqui a pouco o pequeno arruma briga no berçário e já vão me chamar na diretoria, rs...

Por causa do tempo seco, seu cabelinho fino fica todo espetado, tadinho, parece que levou um choque! Então resolvi comprar um gel para “amansar a juba” do menino. Ficou lindinho, parece um mocinho, mas com essa história ele acabou ganhando um apelido do meu pai: gomex. Rs...

Mas nem tudo são flores...Depois de rodar em alguns médicos, trocar o leite de vaca pelo de soja, depois pelo de cabra e me cansar de ver o meu anjinho respirando sempre pela boca e roncando muito durante o sono, conseguimos descobrir o que ele tem. O segundo otorrinolaringologista que consultamos diagnosticou adenóide, o que foi comprovado com um exame de raio X. Infelizmente o Rafinha está com 90% de obstrução da respiração nasal. A cirurgia para resolver o problema só pode ser feita com a idade mínima de 11 meses. Sei que Deus pode curar o meu filho e estou orando muito para isso. Que seja feita a vontade dEle!

No restante está tudo bem. Recentemente tivemos por aqui: gripes e resfriados, febre, tosse, diarréia, dor de garganta, dor de ouvido e aflição intensa devido aos dentinhos que estão nascendo, ou seja, tudo normal!!!

Na última consulta com o pediatra, Rafael estava com 9,330 kg e 72 cm.

Gente, por hoje vou ficando por aqui, deixo algumas fotos e agradeço os comentários. Deus abençoe a todos!!!   

Brincando na escolinha

Com o papai!

Cabelinho com gel: o “gomex”



- Postado por: Janaina e Rafael às 23h07
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




 

Olá!!! Como vão?

O Rafinha está mais “velho”. Fez 6 meses no último dia 05 (e só agora a mamãe veio postar!). Planejamos fazer o bolinho tradicional de cada 2 meses e tirar umas fotos, mas acabou saindo uma “mini” festinha. Convidamos meus pais, minha avó e minha tia com o filho. Compramos um bolo e uns salgadinhos. Decorei o berço do Rafa com algumas bexigas. Por fim, foi muito divertido, mas o pequeno “mesversariante” nos deu um “bolo”, pois dormiu o tempo todo e tivemos que acordá-lo para cantar os parabéns. Ganhou um celular de brinquedo, um chocalho barulhento e um pacotão de fraldas.

Ele está cada vez mais engraçadinho. Está com dois dentinhos nascendo. E a grande novidade: aprendeu a dar tchauzinho!!! Lindo, lindo. Vocês tinham que ver! Aprendeu na escolinha. As professoras disseram que além do tchau estão ensinando a mandar beijinho. Ontem eu abri a porta do apartamento para levá-lo na escola e ele deu tchau pra mim!! Ai coisa mais fofa!

Na última consulta com o pediatra constatamos que ele não engordou muito desde o último mês devido à virose que pegou (e por falar em virose, eu tive o desprazer de conhecê-la pessoalmente na sexta-feira!). Ele está com 8,910 kg e 70,5 cm. Continua com o nariz congestionado/escorrendo e com tosse. Comentei com o médico sobre a possibilidade de ser alergia ao leite. Ele disse que podemos fazer o teste por 10 dias e, portanto, estou dando leite de soja. Conversei com uma mamãe na escola do Rafa e ela também achava que o bebê dela tinha a tal alergia, mas ontem descobriu que ele tem refluxo (mas não regurgita o que provoca o congestionamento nasal e a tosse).

Gente, não é brincadeira não, este mês gastamos 400,00 reais em farmácia. Só Deus pra ter misericórdia! Bem, vamos ver se com a troca de leite ele melhora.

Ah, levamos o Rafael na festa Junina da escola. Foi muito gostoso. Ele estava lindo de “bebê caipira”. Acho que ele também gostou muito da festa.

Vejam as fotos:

 

 

 

Que Deus abençoe a todas e muito obrigada pelos comentários!!!

 

“Deus nos guia. Deus fará a coisa certa na hora certa. E que diferença isto faz!”

(Max Lucado)



- Postado por: Janaina e Rafael às 10h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




Olá a todas!!

Finalmente estou de volta... Meu avô faleceu no dia 21 de maio. Foi muito triste e difícil! Eu estava certa de que ele iria morrer, mas não tinha dimensão da dor que isso traria e da saudade que sua partida deixaria em todos nós. É difícil me acostumar com a idéia de que o meu avozinho morreu e que jamais o encontrarei novamente, que não o ouvirei mais tossindo ou contando os “causos” do passado, que nunca mais o ouvirei me chamando de “Jenaina”. Só o Espírito Santo de Deus para nos consolar e nos dar forças para prosseguir. E quando olho para a minha avó Rafaela (esposa dele) e para sua força, fico admirada. Se toda a família sente a falta do Seu Francisco, imagine a saudade que ele deixou na esposa após 57 anos de casamento!

Mas eu louvo a Deus porque a Sua vontade foi feita e, por mais difícil que nos pareça, a palavra do Senhor diz que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável. Deus vê além do que os olhos enxergam e Ele faz sempre o melhor para nós. Além disso, quem somos nós para questionar a Deus sobre o que Ele faz?

Ai daquele que contende com o seu Criador! E não passa de um caco de barro entre outros cacos! Acaso, dirá o barro ao que lhe dá forma: Que fazes? Ou: a tua obra não tens alça. Ai daquele que diz ao pai: Por que geras? E à mulher: Por que dás à luz? Assim diz o Senhor, o Santo de Israel, aquele que o formou: Quereis, acaso, saber as coisas futuras? Quereis dar ordens acerca de meus filhos e acerca das obras de minhas mãos?” (Isaías 45:9-11)

Eu agradeço a Deus por ter concedido ao meu avô não apenas a vida, mas a vida eterna!!!

Quero agradecer a todas que deixaram seus comentários no nosso blog. É muito bom ler palavras de encorajamento e consolo nesses momentos difíceis. Muito obrigada à todas vocês!!!

Bem, vamos às novidades do Rafinha: está cada dia mais lindo (ops, isso não é novidade, rs!).  Nem sei dizer se ele sarou da gripe, pois o seu narizinho continua no revezamento “entope-escorre” o tempo todo. Levei-o a um otorrinolaringologista que diagnosticou “alergia do lactente”. Esta alergia pode ser de qualquer coisa: poeira, frio (eu tenho esta), leite ou outras... Para descobrirmos, teremos que esperar ele crescer para fazer os testes alérgicos. Receitou mais um monte de remédios para o pequeno. Graças a Deus por podermos comprar todos os medicamentos necessários para aliviar o sofrimento do meu filhote.

Estive conversando com uma mãe na porta da escolinha e ela disse que o filho dela tinha os mesmos sintomas e que ela trocou o leite de vaca por leite de soja e ele melhorou muito. Ando desconfiada de que o problema do Rafinha seja alergia ao leite. Segunda-feira teremos consulta ao pediatra e vou conversar com ele sobre isso.

Além desse problema, o Rafael pegou uma virose: vômito e diarréia por 3 dias. Coitadinho! Até emagreceu! E eu ganhei um varal novo, pois já não havia mais onde estender as roupas do pequeno. Mas a virose do Rafa não foi nada...quando ele sarou, meu marido pegou e ficou tão fraco que chegou a desmaiar no chão da sala. Lá da cozinha eu pude ouvir sua cabeça batendo no chão, imagine que desespero...com o bebê no colo, com fome e o marido caído na sala. Minha mãe veio ficar com o Rafa e eu levei o paciente para o hospital para tomar um soro. Graças a Deus já está melhor!

O primeiro dentinho do Rafa está nascendo e o deixando muito agoniado. Estou passando Nenê dente para aliviar a coceira também preciso de uma pomada pro meu braço que está todo roxo de tanto o Rafael me beliscar na hora de sua aflição, rs. Ele está quase engatinhando! Uma graça.

Hoje teremos festa junina da escolinha dele. Comprei uma camisa xadrez e um chapéu de palha e tenho certeza que ele vai ficar ainda mais lindo! Vai ser a primeira festa junina do meu filhote e pretendo registrar tudo com a máquina fotográfica. Depois colocarei algumas fotos para vocês curtirem. Por enquanto, deixo algumas que tirei recentemente.

Um grande beijo à todas e que Deus as abençoe grandemente!!! Nesta semana, farei todo o possível para retomar as visitas à vocês. Até mais!!!

“Não precisamos saber o que acontecerá amanhã. Precisamos saber apenas que Ele nos guia, e que ‘acharemos graça a fim de sermos ajudados em tempo oportuno’ ”

 (Hb 4:16) (Max Lucado)

(Vejam as fotos abaixo...)



- Postado por: Janaina e Rafael às 15h49
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




Quartinho do Rafael na casa nova...

 

 

Rafinha brincando no seu berço

 

 

 

A prima Emanuella “dando um trato” no visual do Rafael!

 

 

 

Manu orando para que o Rafa sarasse da virose (e sarou mesmo!)

 

 

No colinho da Bisavó, Rafaela!



- Postado por: Janaina e Rafael às 15h47
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




 

Olá a todas! Como vão mamãezinhas?

Nós estamos bem. Sumimos do blog por um longo tempo, mas agora a mamãe conseguiu um pouquinho de disposição para trazer-lhes notícias.

Mudamos de apartamento no dia 28 de abril. Foi uma correria! Graças a Deus tive a ajuda da minha mãe, pois, sem ela acho que estaria até hoje arrumando as coisas por aqui!! Estamos gostando muito do nosso novo lar. Aqui, temos espaço de sobra, vai ser ótimo pro Rafael quando ele começar a engatinhar e andar. Os quartos são bem maiores, fica mais difícil escutar o Rafa à noite, mas por causa disso, mamãe tem dormido bem melhor pois não acorda a cada suspiro do Rafa, rs. Estamos morando no centro da cidade, pertinho da casa dos meus pais e tenho levado o Rafinha na escola a pé (com o carrinho dele) todos os dias. Na volta da escola, sempre damos uma paradinha na casa dos avós para matarmos a saudades.

Depois que nos mudamos, tive uma semana agitada, pois fomos padrinhos de um casamento e eu precisava providenciar minha roupa, o salão para me arrumar e também o presente dos noivos. Mas enfim, deu tudo certo. Deixamos o Rafael com meus pais e o levamos apenas na festa.

O Rafael sarou da gripe e pegou outra logo em seguida. Acho que foi devido à mudança do clima, esfriou muito e de repente. Entretanto, o tempo seco, contribuiu para agravar a saúde dele. O narizinho dele não parava de escorrer nem por um minuto e ele estava com muita falta de ar. Levei o pequeno para uma consulta no pronto-socorro no último Domingo (Dia das mães) e o médico diagnosticou rinite alérgica, que, segundo ele, pode ser por causa do tempo seco ou ter outra causa como alergia do pó, do frio, do leite ou de outras coisas. Para descobrir teremos que fazer um teste alérgico. Mas isso vai ficar para depois. Agora estou dando antibiótico para ele (coitadinho!), mas ele já melhorou tanto que estou encarando com outros olhos o tal remédio. Na última consulta com o pediatra o meu gatinho estava pesando 8,800 kg e medindo 68,5 cm. O médico liberou papinhas salgadas, mas o Rafa demorou um pouco para aceita-las. Ainda não come as papinhas salgadas da Nestlé, apenas as que eu preparo em casa.

Bem, como puderam perceber, a mudança e o tal casamento foram empecilhos para que eu viesse antes escrever no blog. Aliado à isso, fiquei sem internet por uns 10 dias e quando ela chegou eu não tinha cabeça para sentar aqui e contar as novidades. Há nove dias meu avô materno foi internado com pneumonia. Chegando no hospital, ele ficou muito nervoso, a pressão subiu, ele passou mal e foi levado imediatamente para a UTI, onde foi sedado, entubado (não conseguia respirar sozinho) e ligado à vários aparelhos de monitoramento. O rim dele parou de funcionar por alguns dias e depois melhorou um pouco, mas isso fez com que ele inchasse muito e ficasse quase irreconhecível. Apesar do tratamento com antibióticos fortes, a infecção não cedeu nem um pouco desde sua internação. No sábado eu entrei na UTI pela primeira vez juntamente com mais 3 primos (inclusive uma prima de Curitiba que está grávida de 8 meses). Apesar de estar acostumada com este tipo de ambiente e ter cuidado de vários pacientes em UTI’s, foi muito triste ver meu vozinho deitado ali. Ele é como um pai para mim. Chorei muito, conversei com ele, passei a mão em seu rosto e orei com ele. Acredito que foi a última vez que o vi com vida. Sei que para Deus, não há nada impossível, mas acredito que é chegada a hora do meu avô ser recolhido por Deus.

Apesar do sofrimento, nossa família sabe que Deus sempre está no controle de tudo e que Ele é Fiel em todas as Suas promessas. Pedimos à Ele que faça a Sua vontade que é sempre boa, perfeita e agradável. Ainda que a nossa vontade seja outra, a de Deus é sempre melhor.

Sendo assim, peço que entendam que ficarei mais um tempo ausente do nosso blog e também do de vocês.

Peço que Deus abençoe grandemente a todas. Beijos...

Janaina e Rafael

(Leiam abaixo uma mensagem linda e triste que recebi da minha mãe).



- Postado por: Janaina e Rafael às 16h56
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




AH, SE EU SOUBESSE...
Se algum dia eu soubesse que nunca mais veria você...eu lhe daria um abraço mais forte.
Se eu soubesse que seria a última vez a ouvir a sua voz....eu gravaria cada movimento e cada palavra, para revê-los depois, todos os dias.
Se eu soubesse que seria a última vez que veria você, eu poderia parar mais um ou dois minutos para dizer-lhe: “ gosto de você”. Eu diria, ao invés de deixar que você presumisse.
Se eu soubesse  que hoje seria o último dia a compartilhar com você...o sentiria muito mais interessante em vez de deixá-lo simplesmente passar.
Se acreditamos que haverá o amanhã para corrigir um descuido...para ter a segunda chance de acertar. Será que haverá uma chance para dizer: “posso fazer alguma coisa por você?”.
O amanhã não é garantido por ninguém, seja para jovens ou mais velhos, e hoje pode ser a última chance de abraçarmos aqueles que amamos.
Então, se estamos esperando pelo amanhã, porque não agimos hoje? Assim, se o amanhã nunca chegar, não teremos arrependimento de não termos aproveitado o momento para um sorriso, para um abraço, para um beijo, uma gentileza, porque estávamos muito ocupados para dar a alguém o que poderia ser o seu último desejo.
Abracemos hoje aqueles que amamos, sussurremos em seus ouvidos dizendo-lhes o quanto nos são caros e que sempre encontremos tempo para dizer: “desculpe-me”, “perdoe-me”, “Obrigado”, “eu perdôo você”.
Sempre há tempo para amarmos.
E se não houver amanhã, também não haverá remorsos de hoje para carregarmos.
Pense nisso agora...

(Autor desconhecido)
   
 



- Postado por: Janaina e Rafael às 16h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




Este é o “coelhinho” mais lindinho que já vi!

Estou cada vez mais ausente deste blog. Desde que coloquei o Rafael na escolinha, tenho buscado ao Senhor intensamente, tenho O colocado em primeiro lugar em minha vida e como tenho sido abençoada...

Bem, vamos às novidades... Na semana retrasada, tivemos consulta com o pediatra. Finalmente ele liberou frutas, suquinhos, papinhas, etc para o Rafa, tudo doce, nada de sal por enquanto, mas já estou muito feliz. Ele está amando suco de laranja e também banana amassadinha. Faz cada careta engraçada e lambuza tudo o que estiver num raio de 2 metros quadrados,rs. Está com peso de 8,330 Kg e 67 cm de comprimento. E segue perdendo roupas...

No dia da consulta, ele já estava meio gripadinho, aí demos a vacina tetra e ele começou a tossir e piorou da gripe. Não sei se uma coisa teve a ver com a outra, mas acabei comprando um inalador, o que auxiliou bastante na melhora dele.

 O Rafinha já não estranha mais ninguém, vai ao colo de todos e nunca chora ao entrar na escolinha. Uma benção!! Ah, aprendeu a rolar e agora ninguém segura ele. Ele tem dado gargalhadas, gritinhos, faz barulhos com a boca e, com isso, cospe saliva em todos que estão perto. Ontem ele me surpreendeu. Ele estava no colo da minha cunhada e jogou o corpo para frente na direção do meu marido, só faltou estender os bracinhos e dizer: “Pega eu, pai?” Uma gracinha. Como ele se desenvolveu depois que começou a freqüentar a escola!!!

Outra benção maravilhosa que recebemos foi a apresentação do Rafael na Igreja.  O Rafa já havia sido consagrado à Deus desde quando estava no meu ventre, mas no dia 02/04 ficou oficializado e foi apresentado diante de Deus e dos homens. Glória a Deus! Foi uma benção, pena que as fotos não ficaram muito boas...

À esquerda, o Pastor Jair, que orou apresentando o Rafael à Deus. Ele também realizou o meu casamento com o Anderson.

 



- Postado por: Janaina e Rafael às 22h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




Algumas coisas que o Senhor tem me ensinado:

- Não julgar o próximo (Tiago 4:11-12)

- Falar menos e orar mais “Orai sem cessar” (I Tessalonicenses 5:17)

- COLOCAR DEUS EM PRIMEIRO LUGAR EM MINHA VIDA

“Mas buscai primeiro o Seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6:33)

Vocês não podem imaginar o que Deus tem feito em minha vida quando passei a buscá-Lo em primeiro lugar e quando deixei que Ele guiasse meus passos, que a Sua vontade fosse feita em minha vida.

Uma das bênçãos que recebi é a mudança de apartamento que, provavelmente, faremos na semana que vem. Sabem, com este presente, compreendi o versículo que diz que Deus “é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos”(Efésios 3:20)

Eu não me lembro de ter pedido a Deus para providenciar um apartamento para agora, apesar do desejo de mudar daqui. Mas tenho certeza de que nunca pedi ou pensei em algo tão grande, no centro da cidade, perto da casa dos meus pais, da escola do Rafael e do trabalho do meu marido. Apesar de não ter pedido ou pensado tão alto, Ele fez mais, muito mais do que imaginei e do que mereço.

Outro dia, Deus também me abençoou com 2 livros do meu autor preferido (Max Lucado). Um foi presente da minha mãe e o título é: “Quando Deus Sussurra o Seu Nome” e o outro foi presente de minha tia Neusa. Este último estou quase acabando de ler; falou muito ao meu coração, por isso, quero dividir um pouquinho com vocês. Seu título é: “Aliviando a bagagem para as mães”.

“Capítulo 2 – O fardo da Autoconfiança”

“Se há uma coisa que notei nas mães é que elas parecem saber como cuidar das coisas. Qualquer que seja o problema, elas parecem ser capazes de controlá-lo, limpá-lo, atacá-lo. As mães são desembaraçadas. E às vezes, este desembaraço pode fazer com que acreditem ser autoconfiantes. Elas começam a pensar: Não preciso de conselhos.Posso lidar com isto sozinha.Não preciso de um pastor, obrigada.

Você pode relacionar?

Nós, humanos, gostamos de fazer as coisas do nosso modo. Esqueça o modo fácil. Esqueça o modo comum. Esqueça o modo melhor. Esqueça o modo de Deus. Queremos fazer as coisas do nosso jeito.

E, de acordo com a Bíblia, é exatamente este o nosso problema. ‘Todos nós andamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho’ (Is 53:6)

  ...Por que será que aquele que mais precisa de um pastor mais o resiste?

Ah, eis uma questão para a super-mãe auto-suficiente. As Escrituras dizem: ‘Faça do modo de Deus’. A experiência aconselha: ‘Faça do modo de Deus’.

E, de vez em quando, nós o fazemos.”

Que Deus nos abençoe e nos ajude a fazer tudo do modo dEle. Que Deus alivie a nossa bagagem a cada dia.

“Aliviar a bagagem significa entregar a Deus as cargas para as quais você não foi destinada”. 



- Postado por: Janaina e Rafael às 22h37
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




"Antes que Eu te formasse no ventre materno, Eu te conheci,

e, antes que saísses da madre te consagrei..." (Jr 1:5)

 

4º MESVERSÁRIO

Parabéns Rafael! Obrigada Senhor Jesus! Obrigada porque hoje não apenas celebramos mais um mês de vida deste pequenino, mas porque há quatro meses atrás mais uma de Tuas promessas se cumpria em minha vida. O Senhor planejou nos presentear com a vida dele antes mesmo que nós sonhássemos em ter filhos. Agradeço-te também Pai Celestial, porque o Senhor tem nos sustentado e nos livrado, caso contrário, o Rafinha não completaria o quarto mês e eu também não estaria aqui para relatar tantas bênçãos em nossas vidas.

Quanto tempo sem escrever aqui. Tenho tantas coisas para contar... O Rafinha está indo para a escolinha!!!  Desde quinta-feira passada (dia 30/03). Eu ainda não estou trabalhando, mas decidi colocá-lo no berçário mesmo assim... Daqui a pouco contarei a vocês o motivo desta decisão mesmo antes dele completar o quarto mês e também falarei a respeito da nossa batalha espiritual. Vejam como foi o seu primeiro dia na escolinha:

Ele já não chora mais ao se despedir da mamãe ou do papai. Aos poucos está se acostumando. Ele tem ido apenas meio período (à tarde), pela manhã fico curtindo o filhote. Eu e o Anderson rodamos a cidade atrás de uma escola com um berçário ao menos razoável. Gente, só quem já procurou sabe o que podemos encontrar por aí. Encontramos escolas em que a sala dos bebês não tinha ventilação, sem janela. Outra que possuía um único banheiro usado por crianças maiores e também pelas professoras e demais funcionárias, cheirava igual a banheiro de rodoviária. Misericórdia.  

Mas enfim encontramos esta, com um valor mais alto, mas com três salas só para os pequenos e um banheiro só para eles. A primeira sala é de estimulação, com muitos brinquedos, espelhos na parede, barras de apoio para os que começam a andar, etc.. A segunda é a sala do sono. Cada bebê tem o seu colchãozinho, seu lençol e travesseiro. Tudo tem que estar identificado com o nome da criança. A outra sala é de apoio e onde ficam as malinhas dos bebês. Por fim, o banheiro com uma grande bancada de mármore e um trocador almofadado e plastificado. Há ali um local semelhante a um tanque com um chuveiro onde elas dão “meio banho” (só para lavar o bumbum) e ao lado uma banheira para o banho completo. As professoras são treinadas mensalmente por uma Enfermeira sobre hábitos de higiene, etc. Trocam os bebês com luvas descartáveis e depois limpam todos os locais utilizados com álcool 70%. Uma benção! Ah, as tias que cuidam estão sempre de branco (uniforme diferenciado do resto das outras professoras da escolinha), com gorro na cabeça e em toda a área que os bebês ficam não se pode entrar sem colocar um “propé”, uma sapatilha de tecido sobre o calçado. Já as professoras nem entram ali de calçados, ficam de meias. Bem, as fotos falam mais do que as palavras, vejam só!  

 

Tenho muitas outras novidades que deixarei para contar em outro dia. 



- Postado por: Janaina e Rafael às 23h21
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




Agora vamos falar sobre o fato do Rafael já estar indo para a escolinha. Em meu coração fazia outros planos. Quando o Rafinha nasceu  eu pensei: vou curti-lo, quando tiver 1 ano vou colocá-lo na escolinha meio período para estimular e socializar a criança e tentar engravidar novamente para ter os filhos todos “de uma vez” e, um dia, se der, volto a trabalhar. Mas acontece que eu sirvo ao Senhor e a Sua palavra diz:

“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Isaías 55:8,9)

Durante a grande batalha espiritual que eu vivia, o Senhor me dizia para me achegar mais à Ele. Mas eu mal conseguia orar e ir à Igreja, pois o inimigo (o diabo - e se você não crê em sua existência, leia I Pedro 5:8)  começou a atormentar a vida do Rafinha que passou de um bebê bonzinho a um bebezinho irritado, chorão, assustado, etc. E na minha vida veio com a intenção de minar as minhas forças e me colocar contra o meu filho, afastar-me de Deus e, talvez até me enlouquecer.

Lutei muito contra esta decisão de colocar o pequeno na escola e Deus me dizia:

“Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio; de outra forma não se sujeitarão.” (Salmo 32:9)

Então, através de minha oração Deus providenciou grande benção financeira. Depois de muito resistir e me acusar por ser uma mãe desnaturada, coloquei-o nesta escola. Passei a buscar o Senhor e Ele teve misericórdia de mim. Ele colocou um ponto final nesta batalha. Acreditem, como num estalar de dedos, a paz voltou, Ele renovou as minhas forças, me deu o descanso não só do corpo, mas de alma e o Rafinha voltou a ser o bebê bonzinho de sempre.

Eu fico imaginando como é grande o amor de Deus por nós. Queridas, nós somos pó. Foi daí que surgimos. E Deus, Ele está assentado no Trono, lá na Glória, onde as ruas são de ouro e o mar de Cristal, onde não há problemas nem lágrimas. Ele não precisa se importar conosco, mas Ele se importa. A palavra diz que Deus dá ordem aos Anjos a nosso respeito. Vocês podem imaginar Deus chamando seus Anjos guerreiros, dizendo-lhes o meu nome e ordenando que pelejassem por mim e me dessem vitória?

Tenho a plena certeza que estou no centro da vontade de Deus. É Ele quem me guia. Sei que serei criticada (já estou sendo) por muitas pessoas por colocar o meu filho tão cedo numa escola, mas não busco aprovação do homem e sim de Deus. Meu Pai Celestial tem me guiado por outros caminhos, mas sei que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável.

Eu amo meu filho, mas amo muito mais a Deus...

“Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim”. (Mateus 10:37)

Eu tenho orado por todas vocês e peço que Deus vos abençõe!   



- Postado por: Janaina e Rafael às 23h00
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




Olá queridas amigas!

Como vão? Eu estou bem melhor agora, mas enfrentei um período de lutas em que achei que não fosse suportar...uma grande batalha espiritual (se é que vocês me entendem), mas Deus tem me sustentado e me dado vitória a cada dia. O Rafael está ótimo, mas creio que também sofreu comigo toda a opressão que eu estava vivendo. Ficou muito irritadinho, querendo colo, dormindo pouquíssimo de dia, etc. Entretanto, maior é o Deus que está comigo, por isso a vitória é minha.

Bem, mas vamos falar do Rafinha. Continuei com o Mucilon, experimentei ficar só com o de Milho, não adiantou, continou ressecado. Depois dei somente o de arroz e ficou na mesma. Se não desse o chazinho de ameixa toda noite, no outro dia era aquele sofrimento, cólicas, barriguinha estufada e prisão de ventre. E dando o chá toda noite ele conseguia fazer cocô, mas tinha cólicas, pois, mesmo sendo um laxante natural, as dores são inevitáveis, afinal, você está estimulando o intestino a trabalhar...

Resumindo: depois de várias crises de choro, chás de ameixa e supositórios de glicerina dei um basta e liguei pro pediatra. Contei tudo o que estava ocorrendo e disse para ele que antes que ele me desse um direcionamento a minha posição era de não voltar a dar o NAN e também parar de vez com o Mucilon. Ele me disse que teria duas opções: dar somente o leite integral com um pouquinho de açúcar ou dar o leite com farinha de aveia. Eu poderia colocar a aveia diretamente no leite ou cozinhá-la e fazer um mingauzinho ralo.

Fala sério, vocês já comeram mingau de aveia cru? Nem quero provar. Nem pra adulto os fabricantes indicam o consumo sem o cozimento...Continuando, optei pela segunda opção: leite com farinha de aveia, mas cozida, é claro.

O Rafa gostou do novo cardápio. O problema é que às vezes a aveia fica entupindo o bico da mamadeira. Mas isso é o de menos. Desde que mudamos para aveia ele não teve mais problemas de ressecamento e também não dei mais chá de ameixa (pena que ela solta o intestino, pois é o chá que ele mais gosta). Infelizmente o Dr. ainda não liberou suquinhos para meu baby, mas não vejo a hora, pois ele precisa se hidratar mais, entretanto, não é muito chegado aos chás e odeia água.

Respondendo às questões de algumas amigas...o leite que o Rafinha toma é integral de caixinha (mas olhem embaixo da caixa e comprem sempre o que tiver número 1 ou 2, isto indica quantas vezes o leite venceu e foi mandado para a fábrica para “reesterilização”!!! É mole?). O Mucilon, assim como a farinha de aveia servem para complementar a alimentação já que o leite puro sustenta bem menos o bebê. Fiz o teste e pro Rafa leite puro é igual água, não mata a fome. E quanto ao chá de ameixa, a receita para quem precisar e quiser experimentar é esta: um copo de água e mais ou menos quatro ou cinco ameixas (frescas) que podem ser com ou sem caroço. Deixe ferver bastante até ficar bem escuro (meio vermelhinho). Depois coe para que as fibras da ameixa não entupam o bico da mamadeira.   

No restante, meu pequeno já está abrindo mais as mãos e conseguindo segurar objetos. Fica com as mãos na boca o dia todo, coçando a gengiva (mas segundo o pediatra ainda não são os dentinhos). Parece que falta pouco para começar a rolar e já dá algumas gargalhadas, mas só o papai consegue isso...acho que é porque ele fica raspando a barba no pescoço do pobrezinho, deve fazer cócegas...é, alguma justificativa eu tenho que ter para perder pro papai, rs.

Queridas, obrigada pelos comentários e pelas visitas freqüentes de vocês. Eu realmente estou em falta com todas, mas espero que entendam a fase difícil que estou passando e peço que se lembrem de mim e do Rafinha em vossas orações.

Um grande beijo à todas.

Abaixo uma foto da mamãe e Rafinha (tirada há um mês atrás).

 

      “QUEM SOU EU SEM TI, SENHOR?”



- Postado por: Janaina e Rafael às 18h56
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




OLÁ MAMÃES!!!

Preciso contar-lhes como está sendo a adaptação do Rafael ao leite integral + Mucilon. Gente, eu não sei se entendi errado ou o que foi que aconteceu, mas o fato é que o médico havia me orientado a colocar uma ou duas colheres de Mucilon no leite. Então, a questão era: uma ou duas colheres de quê? Café, chá, sobremesa ou sopa? Ai que mãe eu sou...coloquei colher de sopa...Caiu igual a uma feijoada no estômago do pequeno. Ele chegava a ficar quase 5 horas sem mamar.

Isso foi só o começo. A barriga dele foi estufando, ficou com gases e teve cólicas. Queria fazer cocô e não conseguia, fez duas “pedrinhas” de tão ressecado. À noite dei chá de ameixa e pensei comigo: “Amanhã o chazinho vai surtir efeito e logo vai estar tudo bem”. Às 4:30 da manhã ele acordou e eu achei muito estranho pois ele dorme à noite toda. Fui preparar uma mamadeira pensando que ele estivesse com fome e meu marido ficou com ele. Logo ele me chamou e disse que o pobrezinho estava agoniado novamente nas tentativas de fazer cocô.

Daí pra frente, todas as palavras que eu usar serão incapazes de descrever o nosso sofrimento. Meu marido esticava e encolhia as perninhas dele e eu peguei um óleo e fiz massagem na barriguinha para ajudá-lo. E ele? Aos berros de acordar os vizinhos do térreo e do 14º andar (e o chororô seguiu sem parar). Liguei para a farmácia e pedi supositório de glicerina. Depois de uma eternidade o entregador chegou. Apliquei no bebê e nada. Liguei pro pediatra. Ele disse para comprar um medicamento chamado minilax (mini laxante) e aplicar, caso não desse resultado deveria levá-lo para a Santa Casa para ser atendido pelo pediatra de plantão. Pulei a primeira parte e fomos direto para o Hospital que fica a poucas quadras daqui.

Chegando lá, a Dra. plantonista o examinou e disse que realmente ele estava com fezes endurecidas e o intestino bem cheio. Aplicou o tal do minilax e disse que se aquilo não resolvesse em meia hora, ela iria ter que fazer uma lavagem intestinal no Rafa! E o berreiro continuava, imagina o sofrimento dele! Graças a Deus ele conseguiu fazer em menos de 10 minutos e desmaiou de exausto no meu colo. A pediatra que o atendeu disse que não indica nada disso de leite integral e Mucilon que é muito forte para crianças de menos de 6 meses. No dia seguinte, liguei pro pediatra dele que disse para suspender o Mucilon por duas semanas e voltar às tentativas após este período. Começamos a dar o Nestogeno que é a mesma coisa que o NAN e ele tambérm não gostou muito.

Liguei para uma amiga minha que passou pela mesma situação de não conseguir amamentar. Ela disse que com o bebê dela foi a mesma coisa e com 3 meses deixou o NAN e passou pro Mucilon, o de milho ressecou o intestino dele mas, com o de arroz foi tudo bem. Ela disse que realmente devo colocar menos Mucilon (uma colherzinha de chá).  Então, voltei a utilizá-lo. Estou dando chá de ameixa todas as noites até que o intestino dele se acostume. Ele tem evacuado normalmente e está adorando o novo leitinho. Ainda bem que tudo passou.

Não tem aflição maior do que ver nosso filho sofrendo. Deus me ensinou algo em meio à tanta dor. Enquanto o Rafael estava ali sofrendo, eu o abraçava, beijava e gostaria de poder estalar os dedos e fazer tudo aquilo acabar. Dizer chega, não quero que meu filho sofra. Então, comecei a pensar na dimensão do sofrimento de Deus ao ver Jesus sofrendo. Eu sabia que o Rafinha ficaria bem logo, mas Deus sabia que Jesus sofreria até a morte e morte de cruz. Eu não tinha poderes para parar o sofrimento do Rafa, mas Deus poderia ter dito: “Chega, não quero ver meu filho sofrendo”. Mas Deus disse sim. Ele enviou Seu filho amado (Seu único filho) para morrer por mim e por você.

Por quem você daria a vida de seu filho? Para salvar outro filho? Creio que não. Acredito que nenhuma de nós abriria mão desta vidinha tão preciosa para nós. E se não fosse seu filho, mas você? Você daria a sua vida para salvar alguém que você julga não merecer? Vamos ser sinceros, a maioria de nós nem doa sangue...mas Jesus doou todo o Seu sangue.

 

“Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores,

Cristo morreu por nós”.

(Romanos 5:8)

        Ele foi traspassado, moído pelas nossas iniqüidades, foi oprimido e humilhado... Tudo isso por mim e por você. Pense nisto.

 

 



- Postado por: Janaina e Rafael às 22h03
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




 

Como vão mamãezinhas? A mamãe aqui está bem, embora na semana passada estive bem deprimida e desanimada, sem ânimo para nada, nem mesmo para ligar o computador (razão do meu sumiço do blog) mas agora já passou...acho que deve ter sido TPM.  Mas cheguei a pensar que estivesse com depressão. Meu marido ficou preocupado e começou a pesquisar sobre o assunto.

Gente, vocês sabiam que a tal depressão pós-parto ou puerperal pode se iniciar até 12 meses após o nascimento do bebê? E que ela aparece com mais freqüência por volta do terceiro e quarto mês? Fiquei assustada, pois achei que isso pudesse ocorrer apenas nas primeiras semanas após o parto. Graças a Deus todos os meus sintomas desapareceram e estou bem mais animada.

Mudando de assunto...gostaram do template novo? Papai do Rafinha quem fez. E mamãe ficou dando palpites e apressando o andamento da obra. Conseguimos terminar a tempo de presentear o Rafa no 3º mesversário com este novo layout. Ainda gostaria de arrumar algumas coisinhas, mas isso vou fazendo com mais calma. É bom mudar de vez em quando. Espero que tenham gostado.

Bia, você tem razão amiga, a música do blog é realmente linda. Tirei de um CD que o Rafael ganhou e que escutamos o dia todo. Pena que só pude colocar a introdução dela para não “pesar” muito o blog e demorar a carregá-lo, mas tenho certeza de que tudo que ela diz é verdadeiro, pois cada detalhe de nossos filhos foi planejado, desenhado e pintado por Deus com todo amor. Nossos bebezinhos são obras primas do Senhor e Ele sonhou com cada uma delas antes mesmo de nascerem.

Bem, vamos às novidades....Na segunda-feira fomos ao pediatra. Tive uma notícia boa e outra ruim. Qual vocês querem saber primeiro? Vou contar a ruim: o Rafa engordou apenas 920 gramas neste último mês. Ele está com 7,540 kg e 65 cm. Eu e minha mãe ficamos decepcionadas com o peso atual, pois esperávamos bem mais já que no mês anterior ele engordou mais de 1,5 kg. O médico quase nos bateu por causa desta nossa decepção, rs. Ele disse que o Rafael está ótimo e com peso e altura de um bebê de 5-6 meses. É verdade, não podemos reclamar, pois além de grandão ele é muito saudável.

E a notícia boa é que o médico mudou o leite do Rafinha. Gente que felicidade!!!  As mamães que amamentam devem erguer as mãos para o céu e agradecer a Deus por ter seu próprio leite e poder amamentar os seus bebezinhos. Eu amamentei o Rafa até um mês e depois ele ainda pegou o peito por mais uns quinze dias, mas só para “chupetear”, mas desde o início eu dei um complemento pois só meu leite nunca foi suficiente. Até então, ele está tomando o NAN 1. Eu também ergo minhas mãos em agradecimento ao Senhor por poder comprar este leite caríssimo para ele.

Mas, voltando ao assunto...Há mais de quinze dias o pequeno tem tido uns episódios estranhos. Quando chora de fome, damos a mamadeira, ele experimenta e cai num choro, num griteiro e se estica inteiro, joga o corpo para trás, parece cólica, mas não é pois isso ele só teve no primeiro mês. Não é sempre que ele tem os ataques, mas quando resolve mamar, deixa mais da metade da mamadeira. Aí, comecei a colocar um pouco de açúcar mascavo no leite (o médico receitou este açúcar para o chazinho) e o menino tomava todo o leite e às vezes queria mais. Nesta última consulta com o pediatra, contei tudo isso e ele me confirmou algo que eu já suspeitava: O Rafa não está mais gostando do NAN. Enjoou dele e, por isso, não engordou tanto neste mês.

Então, o Dr. trocou o leite NAN por leite integral e mandou colocar um pouco de Mucilon. Estou tão feliz pois além de caro, o NAN dá uma trabalheira. Olha só: a água tem que ser fervida por 5 minutos, no mínimo. Você tem que colocar a dose certinha de leite para a quantidade de água pois leite demais desidrata o bebê e de menos o deixa desnutrido. Além disso, o bebê tem que consumir o leite imediatamente após o preparo.   Quem amamenta só no peito nem imagina que trabalheira.

Ainda não troquei o leite dele pelo integral porque ele tomou a vacina contra rotavírus na segunda e o médico disse que esta vacina pode dar um pouco de diarréia na criança, assim como a troca de leite pode soltar ou prender o intestino do bebê. Então, para não embolar o meio de campo, devo esperar uns dias para que o efeito da vacina passe e depois começar o novo leite. Até hoje ele não teve diarréia não, aliás, sintoma nenhum. Enquanto isso, vou acabando com a lata de NAN que já está aberta e depois tchau pra este leite.

Para sair de casa com um bebê a gente sempre leva uma bagagem enorme:fraldas, roupinhas, toalhinhas de boca, etc. Imagine então ter que levar mamadeiras e mais mamadeiras, potinho com leite em pó, água mineral, água mineral quente em embalagem térmica...Não é fácil não! Mas graças a Deus que está aliviando a minha bagagem (e o nosso bolso).

Mamães, desculpem a minha ausência nos bloguinhos de vocês. Vou tentar colocar em dia as visitas e organizar melhor o meu tempo, rs.

 

 



- Postado por: Janaina e Rafael às 15h13
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________






- Postado por: Janaina e Rafael às 00h15
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________




“VINDE A MIM, TODOS OS QUE ESTAIS CANSADOS

E SOBRECARREGADOS, E EU VOS ALIVIAREI”.

(Mateus 11:28)

Gente, eu tô muito cansada, só o pó mesmo!!!  Talvez seja devido à mudança do horário de verão que ando com a bateria fraca... Quando deito na cama à noite (geralmente meia noite ou mais) tudo dói e o que não dói é porque não funciona! Rs. E olha que o Rafinha não dá trabalho, é muito bonzinho. Só teve cólicas no primeiro mês e nunca mais. Dorme a noite toda e quase sempre a manhã inteira também. Entretanto, um bebê muda muito a vida da gente e, por mais tranqüilo que ele seja, exige bastante de nós, requer mudança de hábitos e abrir mão de algumas coisas. Porém, tudo isso é recompensado com um simples sorriso do baby, não é mesmo? Além disso, Deus renova as minhas forças a cada manhã!

 Meu tio me disse uma vez que criança só dá trabalho nos primeiros três meses...depois você acostuma... 

Uma das coisas que eu aprendi depois que ele nasceu foi aproveitar ao máximo o meu tempo. Cada minuto é precioso. Cada vez que ele dorme eu me sinto participando do “Se vira nos 30” do Domingão do Faustão, corro para fazer mil coisas antes que ele acorde. Não fico bitolada para dar conta de tudo, mas procuro fazer o máximo enquanto ele dorme, pois quando está acordado quero curti-lo.

Bem, mas vamos às novidades. A boa é que finalmente meu marido está fazendo um template personalizado para o blog do Rafinha. Eu estava requisitando o mesmo desde que fiquei grávida, mas sabem como é: “Em casa de ferreiro o espeto é de pau”. O Anderson é formado em Ciência da Computação e trabalha com computador o dia todo, mas quando chega em casa está tão cansado que não quer nem passar perto do PC. Agora acho que vai dar para mudar a cara do blog. Está quase pronto, mas faltam alguns detalhes. Aguardem...

A outra novidade não é tão boa assim. Há alguns dias atrás comecei a notar que a marquinha da vacina BCG que o Rafa tomou quando tinha um mês estava mais saliente e avermelhada. Depois ficou como uma espinha “madura”. Na sexta-feira, percebi que aquilo era pus e estava quase saindo sozinho. Então, durante um banho resolvi espremer. Saiu muito pus e é óbvio que o pobrezinho chorou. Parei de apertar e lavei o local. À noite ele ficou muito irritadinho e teve uma crise de choro que nada passava. Dei banho, mamadeira, chazinho, tentei faze-lo dormir e nada. Disparou num griteiro sem fim. Resolvi dar um Tylenol Bebê e tinha certeza que se fosse dor o que ele estava sentindo estaria relacionada ao bracinho que eu havia “cutucado”.

Desesperada e com medo daquela feridinha inflamar e infeccionar, me sentindo culpada por ter mexido no que estava quieto liguei pra casa do pediatra às 10 hs da noite. Contei o ocorrido e ele me disse para fazer tudo o que eu já havia feito: banho, mamá, chazinho, Tylenol e tentar dormir o bebê e me disse que eu havia feito muito bem em espremer o local da vacina. Segundo ele, enquanto o pus está lá dentro está doendo. Essa é uma reação normal que alguns bebês apresentam mesmo tardiamente como no caso do Rafael (um mês e meio depois). Bem, desliguei o telefone me sentindo a melhor mãe do mundo! Rs E cinco minutos depois o Rafinha dormiu sentado no meu colo. A feridinha sarou completamente e quase nem tem mais sinal da vacina.

Beijinhos e até mais!!!

 

           

 



- Postado por: Janaina e Rafael às 00h29
[ ] [ envie esta mensagem ]


___________________________________________________